Médico Autônomo, Liberal, MEI e ME – Saiba qual o modelo de trabalho ideal

Colleagues Discussing Accounting Statistics Report Using Softwar - AC Empresarial

Será que ser um médico autônomo vale a pena?

Conhecer a modalidade de trabalho mais vantajosa para as finanças é fundamental para desempenhar um bom trabalho como médico, sem se tornar um refém das complexidades tributárias e legislativas, seja pela falta de experiência ou tempo para lidar com tais questões. Afinal, você já tem bastante trabalho em mãos com seus pacientes, não é mesmo?

Médico autônomo, liberal, MEI e ME; qual dessas opções é a mais vantajosa para você?

Essa é uma dúvida recorrente entre os médicos que desejam deixar de ser Pessoa Física e querem aproveitar os benefícios de ter empresa constituída. O problema é que há tantas possibilidades, que fica difícil entender qual funciona melhor no seu caso, certo?

Separamos um guia rápido, que você pode salvar no seu celular ou computador, e que será de grande valia nos próximos dias, até o momento em que você tomar a importante decisão de que modelo de trabalho irá adotar.

O modelo de contrato de trabalho é usado para regulamentar a atividade exercida, determinando, entre muitos fatores, quais impostos deverão ser pagos e assegurando o seu direito de prestar serviços à sociedade.

Médico Autônomo Pessoa Física – vale a pena?

O médico autônomo, como o nome sugere, trabalha sozinho. Isso significa que ele terá que lidar com a maioria das tarefas da sua rotina de trabalho. Pode contar com o apoio de uma contabilidade para lidar com o controle financeiro e as obrigações contábeis. Quando é uma Pessoa Física, deve emitir recibos através do seu CPF e recolher os impostos que são relativos à sua atividade, bem como o IRPF normalmente.

O problema de se manter autônomo como Pessoa Física e prestar serviços a clínicas e hospitais é a retenção do IRPF na fonte pela empresa contratante, que deverá contribuir com INSS. É uma opção bastante desfavorável para clínicas médicas e hospitais que contratam médicos, visto que onera bastante a empresa em si.

Médico Autônomo Pessoa Jurídica

E quando o profissional é autônomo, mas não trabalha para uma clínica ou hospital, e tem seu próprio consultório? O médico que gerencia seu próprio consultório pode contratar um funcionário para cuidar de questões administrativas, como o cuidado com a agenda, controle de estoque, controle de fluxo de caixa e afins.

A contribuição tributária depende do regime em que a empresa estará enquadrada, e é fundamental contar com o apoio de uma contabilidade para médicos, a fim de garantir o enquadramento correto e o máximo possível de economia com os impostos – dentro da lei, é claro.

EIRELI

O modelo EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada)  é voltado a empresas médicas maiores, com um número considerável de funcionários ter o capital nacional de pelo menos 100 salários mínimos. Clínicas médicas e hospitais que seguem esse modelo empresarial devem contribuir com o Imposto Sobre Serviços – ISS sobre o seu faturamento, cuja alíquota é de até 16,33%,

MEI

Por serem considerados profissionais liberais, médicos e outros profissionais da área da saúde não podem ser MEI.

As outras categorias em que o médico pode atuar são:

  • ME – Receita bruta anual igual ou inferior a R$360.000,00
  • EPP – Receita bruta anual entre R$360.000,00 e R$4.800.000,00
  • LTDA – Sem limite de faturamento, este é o enquadramento válido para empresas com no mínimo dois sócios.

Atenção a outro detalhe: caso sua sociedade seja composta por outros médicos, não será obrigatório recolher o ISS de forma proporcional ao faturamento. Dessa forma, é possível optar pela tributação em quantia fixa.

Conte com a Contabilidade para Clínicas Médicas

A contabilidade para empresas médicas garante que seu negócio esteja em total conformidade, como manda a lei.

Tenha controle sobre o fluxo de caixa, receba apoio para o controle do seu estoque, garanta que as obrigações de cunho fiscal e tributário estejam sempre em dia. A contabilidade para empresas da saúde permite a você trabalhar com a certeza de que suas obrigações serão cumpridas dentro do prazo, e que até rotinas de departamento pessoal não precisarão mais ser realizadas internamente.

Dessa forma, você pode se concentrar em fazer o melhor pelos seus pacientes e garantir um trabalho excepcional. Nós cuidamos do resto.

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Confira estas publicações relacionadas!